Nota de repúdio – Declaração do jornalista Renato Igor

Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de Santa Catarina – AACRIMESC vem a público repudiar a declaração do jornalista Renato Igor, exibida nesta manhã (04/08) no Programa Bom Dia Santa Catarina, a respeito da imunidade de advogados dentro dos estabelecimentos prisionais, o que supostamente viabilizaria a entrada de aparelhos telefônicos dentro dos ergástulos.

A AACRIMESC esclarece que é plenamente favorável a vistoria de todas as pessoas que ingressam no sistema prisional, opondo-se exclusivamente a indigna revista vexatória, tanto que  encaminhou Projeto de Lei à Assembleia (que se encontra na iminência de ser aprovado) para que o Estado instale scanners corporais e/ou maquinas de raio-X em todos os estabelecimentos prisionais de Santa Catarina para verificação de funcionários, advogados e familiares.

Além disso, os advogados, ao comparecerem nos estabelecimentos prisionais, são obrigados pela administração prisional a deixar todos os seus pertences em local apropriado disponibilizado, sendo submetidos, ainda, ao detector de metais, sendo inverosímel a alegação de que os causídicos seriam “intocáveis” nos ergástulos pelo simples fato de não serem submetidos a revista vexatória, até porque mantém contato com os seus clientes no parlatório, em salas blindadas, sem nenhuma espécie de contato físico com os seus constituintes.

A Associação repudia de forma veemente declarações que desmoralizem o exercício do importante mister do advogado criminalista e informa que,  em virtude do flagrante desrespeito à classe, encaminhará expediente à Ordem dos Advogados do Brasil de Santa Catarina-OAB/SC para que as providências cabíveis sejam adotadas, sem prejuízo de retratação por parte do jornalista responsável pelas declarações.